Entendo as diferencas estratégicas e fisiológicas de cada modalidade em relação ao triathlon de estrada

A medida que as provas de triathlon off-road se tornam mais populares, elas também se tornam mais competitivas, atraindo assim tanto atletas de alta performance do triathlon tradicional de rua, assim como atletas com experiência em off-road seja vindo do Mountain Bike ou corridas em trilhas.

A primeira reação desses atletas é adaptar os treinos de seus esportes tradicionais aos novos requirimentos das provas off-road, msd com freqüencia, por falta de experiência, essas adaptações não irão lhe preparar as a realidade do triathlon off-road. Conheça abaixo alguns detalhes técnicos, tanto para serem praticados em treinos como no dia da prova, que irão lhe ajudar em sua competição off-road:

Natação

A primeira vista, a natação de um triathlon off-road parece ser idêntica a de uma prova tradicional, mas existe uma diferença não dentro d´água, mas sim no ciclismo e na corrida, que tem um impacto em como você deve realizar seus treinos de natação.

O ciclismo de um triathlon off-road é praticamente um esforço solo e individual, o que é o contrário das provas em asfalto onde mesmo em eventos sem vácuo liberado, atletas ainda tem um benefício de ritmo, menos esforço mental, e até mesmo menos resistência do vento, ao se pedalar dez ou quinze metros atrás de um ou mais concorrentes.

Nas provas com vácuo liberado o benefício de uma natação forte é ainda maior pois significa ter a oportunidade de pedalar com atletas geralmente mais fortes e em um grupo na frente.

Mas voltando a individualidade da prova off-road, o ciclismo vai ser você e só você. É pouco provável que você encontre algum atleta com habilidades tanto técnica como fisiológicas similares a sua ao ponto em que pedalar juntos durante a prova seria um benefício.

Mas e o impacto dessa individualidade na natação?

Significa que você não tem pressa para fazer uma natação o mais forte possível. E isso muda tanto seus treinos como a estratégia do dia da prova

Na prova, procure realizar um ritmo consistente e apesar de forte, sem entrar em débito de oxigênio, evite a zona anaeróbica e acumulo de lactato. Sair da natação um pouco mais inteiro pode significar que você já vai estar pronto para pedalar forte já no início do ciclismo, que coincidentemente pode ser um treicho exigente.

Uma exceção a essa regra é no caso de provas onde o início do ciclismo seja muito técnico com poucas opções de ultrapassagem, neste caso uma natação mais lenta pode resultar em não conseguir realizar ultrapassagens nesses treichos de single track.

Já a diferença dos treinos é um reflexo da sua estratégia de prova. Procure fazer séries mais consistentes e com menos mudanças bruscas de esforço ou ritmo. Uma boa largada também não é mais crucial em sua estratégia, você pode utilizar esse tempo e energia para outros aspectos de sua prova.

Mountain Bike

O ciclismo é o grande desafio. Comecando pela altimetria do percurso, trilhas para o Mountain Bike geralmente oferecem subidas mais íngrimes porém curtas, e por falta de experiência ou até mesmo força específica os atletas se encontram empurrando suas bicicletas morro acima.

Os requisitos físicos são diferentes do triathlon tradicional, é importante que o atleta utilize uma cadência mais alta, e foque seus treinos em 4 pontos:

Força

É provável que sua força máxima será testada diversas vezes durante a prova. E para atletas buscando performance, a diferença em seu tempo final entre empurrar a bike ou conseguir fazer todo o percurso em cima dela, é significativa Procure treinar sprints em subida, com intensidade máxima.

Capacidade Aeróbica

Algumas subidas podem ser mais longas e irão exigir não somente explosão, mas um condicionamento físico execptional para que você consiga imprimir um bom ritmo ladeira acima. Além disso, estar bem condicionado irá fazer com que o ciclismo lhe tire menos energias para a parte da corrida.

Eficiência

É importante conseguir se recuperar com facilidade de esforços máximos durante a prova. Isso significa que mesmo após uma subida forte, os batimentos cardíacos precisam cair mesmo enquanto você ainda pedala com um esforço razoável

Técnica

Se já não bastasse os desafios de condicionamento físico, os trechos de descidas podem ser extremamente desafiadores para triatletas de estradas que estão acostumados com condições consistentes e asfalto liso. É geralmente nesta parte da prova que experiência em MTB faz a diferença.

Melhorar suas habilidades de downhill, é algo que só vem com a prática e ganho de confiança. Utilizar equipamentos apropriados para seu nível de experiência e objetivos também irão lhe ajudar a encarar os trechos mais perigosos com mais segurança.

Trail Run

Passando para a corrida que geralmente é feira em trilhas extremamente técnicas e com obstáculos naturais como troncos, poços de lama ou areia.

Força

Esse perfil exige mais força específica, o que pode ser trabalhado com séries em subida seja na rua ou na esteira. Pratique tanto tiros curtos com intensidade máxima, como subidas mais longas e menos inclinadas.

Outra dica importante é a possibilidade de suplementar os treinos de corrida com musculação seja funcional ou tradicional. Alguns atletas tem dificuldades com as provas de Xterra pois elas exigem mais da musculatura estabilizadora, abdomen e costas.

wagner-araujo30

Eficiência

Outro ponto importante é aprender a correr de maneira rápida e eficiente após subidas íngrimes. Ao realizar seus tiros na subida, continue a correr em um ritmo moderado em percurso plano, isso irá lhe ensinar a abaixar seus batimentos cardíacos enquanto corre em seu ritmo de prova.

Técnica

A técnica de corrida é parecida com a do triathlon de estrada, porém devido ao percurso lento das provas off-road, a frequencia de passadas toma ainda maior importância, utilize passos curtos e rápidos.

Dicas e cuidados para treinos e no dia da prova

Uma situação comum em provas Off-road é que o percurso de ciclismo e corrida é tão técnico que o atleta não tem a oportunidade de se manter hidratado ou ingerir calorias. O simples processo de beber água vira um desafio, e quem não se mantém bem alimentado e hidratado vai ter problemas com níveis de energia na corrida.

Já nos treinos, o cuidado é com acidentes tanto na parte do ciclismo que oferece riscos já esperados pelos atletas, porém um risco relativamente não conhecido é na corrida, como treinador vejo diversos casos de torções ou tombos na corrida especialmente quando feita em trilhas técnicas, resultando em lesões ou escoriações que podem levar muito tempo para uma recuperação completa.

O Xterra é uma excelente opção para manter seus treinos e competições mais diversificados, mas tenha atenção com as diferenças para as provas e treinos tradicionais em estrada.

Bons treinos.

 

 

Treine com a ironguides!

Treinamento Online Personalizado: A partir de R$595/mês

Programas Mensais (todos niveis ou com foco em uma modalidade): A partir de R$49/mês

Programas por eventos:

Distancia Short (R$149 para 8 semanas de treinos)

Distancia Olimpica (R$200 para 12 semanas de treinos)

Meio Ironman (R$290 para 16 semanas de treinos)

Ironman (R$450 por 20 semanas de treinos)

Planilha X-Terra (R$200 para 12 semanas de treinos)

Programas de Corrida (10k, 21k e 42k – a partir de R$170)

Vinicius Santana, Coach Online ironguides

X

Forgot Password?

Join Us