Image Post

VÍDEO: TREINO DE NATAÇÃO PARA TRIATHLON – LARGADA, ORIENTAÇÃO, ESTEIRA

No vídeo de hoje, trabalhamos alguns pontos fundamentais que são específicos para a natação no triathlon. Como controlar um possível pânico na largada, como se acostumar com contato físico na natação, os benefícios de se nadar na esteira (em um grupo). Atletas de todos os níveis irão se beneficiar com essa informação. Vídeo completo abaixo incluindo exemplos com nossos atletas ironguides na assessoria do Coach Vinícius Santana:


Vinicius Santana, Coach ironguides


Treine com a ironguides!

Treinamento Online Personalizado: A partir de R$595/mês

Programas Mensais (todos niveis ou com foco em uma modalidade): A partir de R$49/mês

Programas Duathlon ou Powerman (12-semanas R$200)

Distancia Short (R$149 para 8 semanas de treinos)

Distancia Olimpica (R$200 para 12 semanas de treinos)

Meio Ironman (R$290 para 16 semanas de treinos)

Ironman (R$450 por 20 semanas de treinos)

Planilha X-Terra (R$200 para 12 semanas de treinos)

Programas de Corrida (10k, 21k e 42k – a partir de R$170)

ironguides oferece soluções esportivas para atletas e praticantes de atividade física de todos os níveis, com treinamento online ou presencial, planilhas específicas por eventos, training camps, curso para treinadores, programas de incentivo a promoção da saúde em empresas, e produtos para a saúde e o bem-estar que propiciam um estilo de vida saudável a nossos atletas

Image Post

5 dicas para novatos na natação em águas abertas

Soa a buzina de largada e você corre para a água com centenas de triatletas atrás de você. Você treinou suas braçadas incontáveis vezes na piscina. Pelo menos você sabia que sabia nadar. Mas 50 metros depois, você está engolindo água,  desesperado para respirar, e em pânico! O que aconteceu? No momento seguinte você está agarrado a uma bóia ou a uma corda, fazendo sinal para o staff mais próximo.

Você deve ter feito incontáveis voltas na piscina, mas não estava nadando com pessoas da sua faixa etária disputando as mesmas posições. Alguém está nadando à sua esquerda, do seu outro lado e alguém quer nadar sobre você. E, onde está a linha preta que te mantém nadando em linha reta?

E há o aspecto mental disso tudo, há o pensamento de nadar em águas abertas que assusta os iniciantes, e isso pode causar medo e ansiedade. Há o aspecto desconhecido das águas abertas que está contraste com a calma e previsível natação na piscina.

No entanto, com prática e algumas dicas você pode aumentar sua confiança em nadar em águas abertas.

1. Prática em águas abertas.

Isso pode ser óbvio. Se você quer ficar confortável nadando no mar, você deve praticar muito nele. Muitas desistências ocorrem quando novatos se inscrevem para a prova e nela terá sua primeira experiência em águas abertas. O que geralmente ocorre, mais frequentemente, é pânico, o que pode levar a um DNF.

Nadar em águas abertas é uma experiência sensorial. Sol nos olhos, ondas, correnteza, água salgada, peixes e algas. Quanto mais você entra na imprevisibilidade, mais você se sente confortável em nadar nela. Há um sentimento de que quando você entra no mar, você nunca sabe o que sentir e fica ansioso antes mesmo da prova. Mesmo triatletas veteranos tem esse pequeno desespero antes de cair na agua, mas eles já estão familiarizados com a estranheza da imprevisibilidade e, quando eles pegam o ritmo, eles simplesmente começam a nadar.
Também é importante lembrar que nunca se deve nadar em aguas abertas sozinho. Leve seu amigo que tem mais experiência com você.

2. A simulação da máquina de lavar começa na piscina
Enquanto é simples de chegar no mar e praticar natação, é bem difícil juntar um grupo e simular o ambiente tumultuado e o contato que ocorre na maioria das provas. Você pode simular a largada da prova fazendo exercícios com seu grupo de natação. Divida a raia com mais dois companheiros ao lado, com as cotoveladas e tudo mais. Quanto mais frequentemente você fizer isso, mais confortável com os contatos você ficará. Por mais que as largadas em movimento estejam se tornando normais na maioria das grandes provas, ainda há a possibilidade de nadadores quererem assumir determinadas posições nas curvas. Esteja preparado para o contato, pratique na piscina.
3. Posicione-se adequadamente
Se você for um bom nadador, se posicione no meio e na frente. Mas se é um novato, espere mais contato com pessoas agressivas e da sua velocidade. Se natação não é a sua modalidade mais forte, então vá para o fundo e as laterais.
Se nadar no caos não é do seu agrado, você pode ir para longe das boias, nadando em águas menos movimentadas. Você deve perder alguns segundos, mas pegará ritmo mais rápido. Por fim, se você é um nadador mais lento, pode esperar atletas mais rápidos te passarem durante a prova. Continue nadando e espere alguns contatos.

4. Comece devagar
Isso é provavelmente igual ao início da corrida: os corredores começam em um ritmo forte e os ritmos mais rápidos trarão junto um grupo com eles. Depois de 200-300 metros, seu coração está batendo rapidamente e você está sem ar. Você percebe que está muito mais rápido que o normal. A única diferença é que você está na rua e pode andar para recuperar o folego. Isso não acontece na natação.
Você está sem folego, engolindo água e entra em pânico. Então ao invés de iniciar como um louco, comece devagar, mais devagar que seu ritmo normal. Quando encaixar o ritmo, pode acelerar até o ritmo pré-determinado sem maiores esforços.
5. Aprenda a respirar para os dois lados.
Enquanto nadar para o seu lado mais natural é a norma, há vantagens de se nadar respirando para os dois lados. Se você estiver confortável com isso, você pode escolher um lado para evitar as ondas ou o sol.
Respirar para os dois lados permite que você se oriente para qualquer lado que o percurso exigir, facilitando a navegação.
Outra técnica de respiração que iniciantes devem treinar na piscina é nadar em hipóxia. Isso não significa parar de respirar, mas controlar sua expiração e ficar confortável com o fato de não respirar a cada braçada. Aprender essa técnica é outra forma de ficar mais relaxado e confortável na água.
Bons treinos
Vinicius Santana


Vinicius Santana, Coach ironguides


Treine com a ironguides!

Treinamento Online Personalizado: A partir de R$595/mês

Programas Mensais (todos niveis ou com foco em uma modalidade): A partir de R$49/mês

Programas Duathlon ou Powerman (12-semanas R$200)

Distancia Short (R$149 para 8 semanas de treinos)

Distancia Olimpica (R$200 para 12 semanas de treinos)

Meio Ironman (R$290 para 16 semanas de treinos)

Ironman (R$450 por 20 semanas de treinos)

Planilha X-Terra (R$200 para 12 semanas de treinos)

Programas de Corrida (10k, 21k e 42k – a partir de R$170)

ironguides oferece soluções esportivas para atletas e praticantes de atividade física de todos os níveis, com treinamento online ou presencial, planilhas específicas por eventos, training camps, curso para treinadores, programas de incentivo a promoção da saúde em empresas, e produtos para a saúde e o bem-estar que propiciam um estilo de vida saudável a nossos atletas

Image Post

Vídeo: Principais ferramentas de treino para natação específica ao triathlon

Em um recente vídeo, um dos leitores pediu que elaborasse um pouco sobre as ferramentas que usamos nos treinos de natação. Veja quais são no vídeo abaixo:

Treine com a ironguides!

Treinamento Online Personalizado: A partir de R$595/mês

Programas Mensais (todos niveis ou com foco em uma modalidade): A partir de R$49/mês

Programas Duathlon ou Powerman (12-semanas R$200)

Distancia Short (R$149 para 8 semanas de treinos)

Distancia Olimpica (R$200 para 12 semanas de treinos)

Meio Ironman (R$290 para 16 semanas de treinos)

Ironman (R$450 por 20 semanas de treinos)

Planilha X-Terra (R$200 para 12 semanas de treinos)

Programas de Corrida (10k, 21k e 42k – a partir de R$170)

ironguides oferece soluções esportivas para atletas e praticantes de atividade física de todos os níveis, com treinamento online ou presencial, planilhas específicas por eventos, training camps, curso para treinadores, programas de incentivo a promoção da saúde em empresas, e produtos para a saúde e o bem-estar que propiciam um estilo de vida saudável a nossos atletas

Vinicius Santana, Coach ironguides

Image Post

Técnica de Natação: Estique seu braço na recuperação e nade mais rápido

Introdução

Se você já competiu em um triathlon, sabe que a natação é muito diferente do que você encontra em uma piscina. Marolas que lhe freiam e aumentam a resistência de seu nado, outros atletas que dividem seu espaço, navegação e respiração frontal são alguns exemplos que aumentam o desafio de se nadar com uma técnica suave. Por esses motivos, uma natação rápida na piscina, não necessariamente resulta em uma natação rápida em um triathlon, pois além de um condicionamento específico na água, nadar em águas abertas requer experiência e técnica específica.

Esse artigo explica os benefícios de uma técnica bastante controversa utilizada na natação, principalmente em provas em aguas abertas e de triathlon, a recuperação com os braços esticados, também conhecida como “cata vento” já que a combinação do braço reto com uma maior frequencia de braçadas pode lembrar um cata-vento. A técnica oposta é o nado livre tradicional, quando na recuperação da braçada o cotovelo é dobrado e fica mais alto do que a mão, que corre rente a superfície da água.

 

Benefícios

Entender os benefícios é uma parte fundamental na mudança de sua técnica, pois para quem vê de fora, esse tipo de nado parece ser mais cansativo e menos suave do que o nado livre tradicional com dos cotovelos dobrados. Os pontos abaixo são alguns dos benefícios mais relevantes da recuperação com braço esticado para triatletas.

Ajuda seu lado mais fraco

Respire para seu lado mais forte. Geralmente se você é destro, seu lado direito será mais forte portanto respire para a direita todo ciclo de braçadas, e então quando você adiciona a recuperação com braço esticado, você tem essa recuperação forte e agressiva, ao mesmo tempo que seu lado mais fraco, o esquerdo faz a puxada, sendo assim sua recuperação auxilia seu lado esquerdo na hora da puxada. Entenda que seu nado não será nem parecerá simétrico, e isso é algo esperado.

Menos pernada significa um ciclismo e corrida mais rápido

Ao eliminar seu deslize e aumentar sua frequencia de braçadas, você não irá mais precisar de uma pernada forte para manter sua inércia, isso lhe economizará energia tanto das pernas como uma menor frequencia cardíaca, resultando assim em mais energia para o final da prova. A não ser que você venha da natação com muitos anos de experiência, pernada não é uma forma real de propulsão, uma maneira para testar esse argumento é realizando um teste contra o relógio de 200m com uma prancha, você vai entender o quão desgastante a pernada pode ser e seu tempo final será muito lento. A pernada deve ser suave e em 2 tempos (por ciclo de braçada), apenas para lhe ajudar com o ritmo de braçadas e coordenação

Adaptação mais fácil no wetsuit

Nadar com o wetsuit se torna muito mais fácil quando a recuperação tem o braço esticado. De uma maneira geral, a roupa de borracha cria uma resistencia na região do cotovelo o que faz com que o atleta seja forçado a nadar com uma angulação do cotovelo mais aberta de qualquer maneira, e se o único dia em que você irá nadar daquela maneira é no dia da prova, você não estará acostumado e seu nado ficará desequilibrado.

Facilita Navegação e nadar em linha reta

Boa parte dos triatletas cruzam a linha do ombros na entrada das mãos na água, o que é agravado em caso a respiração seja bilateral, isso resulta em um nado “zig-zague”. Ao fazer a recuperação com o braço esticado você elimina a angulação do cotovelo o que torna quase impossível a cruzada da linha do ombro, pelo contrário, sua mão entrará na água mais afastada do centro (linha da cabeça) o que lhe proporcionará mais equilíbrio e estabilidade. Como uma analogia, visualize um circo onde alguém irá andar na corda bamba, esses artistas abrem os braços para aumento de equilíbrio, agora visualize a mesma corda bamba com alguém andando sobre ela de braços cruzados, não é possível.

 

Pontos chaves da recuperação com o braço esticado

Acabe com o deslize:

O deslize em águas abertas não é ideal desde que para que ele seja funcional é preciso de uma forte pernada para sustentar sua velocidade durante o “ponto morto” de sua braçada, além disso vimos também que triatletas em sua maioria não tem uma forte pernada devido a uma falta de experiência com essa parte técnica, além de tornozelos poucos flexíveis que é um resultado dos treinos de corrida, e por fim, uma pernada forte usa energia específica da musculatura da perna além do aumento da frequencia cardíaca. Essa combinação torna a alta frequencia de braçada um estilo obrigatório enquanto nada, os outros benefícios são resultado de uma técnica mais eficiente em águas maroladas.

Lado da respiração: Trave e Gire

Quando sua mão estiver saindo da água ao final da remada, trave seu cotovelo a medida que seu braço sai da água. Quando sua mão entrar na água a sua frente, gire seus ombros para aproveitar ao máximo a puxada de cada braçada

Lado oposto da respiração: Mais relaxado e aberto

Respirar todo ciclo de braçada para seu lado mais forte irá gerar um nado assimétrico, por essa razão, seu quadril irá girar somente para o lado da respiração. Visualize que seu umbigo irá apontar em direção a parede no lado da respiração, porém no lado em que você não respira, você não deve girar tanto, sendo assim seu ombigo irá apontar somente para o fundo da piscina com uma pequena angulação para o lado oposto da respiração.

Seja ligeiro

Auto-conhecimento é fundamental ao experimentar essa mudança em sua técnica de nado. Concentre-se em uma forte puxada e seja ligeiro com seus braços. Você quer ter certeza que está mantendo seus braços o mais firme possível para resultar em uma forte remada e rápida recuperação.
Argumentando contra o senso comum e sendo controverso

Se você treina em uma piscina pública, um clube ou com amigos, um resultado na mudança de seu estilo de nado é praticamente certo, pessoas irão comentar sobre ela, afinal não é um nado suave e vai contra quase tudo que é senso comum quando se fala em técnica de natação, a respiração é apenas para um lado, o nado é assimétrico, espirros de água são parte do nado. Precisamos aceitar e entender que é um nado feio!

O problema é que a partir do ponto que várias pessoas conversam com você sobre o assunto e lhe falam que o que você está fazendo é errado e que você deve voltar ao nado livre tradicional, isso irá afetar sua confiança na mudança e os resultados não serão os mesmos de alguém que está 200% confiante no processo. Se os benefícios explicados acima não são suficientes para lhe convencer (e a seus amigos) que você irá nadar mais rápido como triatleta e em águas abertas, você pode também observar alguns resultados de nadadores de piscina que utilizam a mesma técnica de recuperação com o braço esticado. Os exemplos abaixos cobrem todas as distâncias, sexo e perfis de eventos de natação e triathlon, é possível ser um campeão mundial ou olímpico utilizando essa técnica.

Triathlon Feminino: Joanna Zeiger (4th Lugar Olimpíadas 2000, 5th Lugar Ironman Hawaii 4 semanas depois & Campeã Mundial de Ironman 70.3 em 2008)

Triathlon Masculino: Harry Whitshire (um dos melhores nadadores do circuito da ITU) é o garoto propaganda para a recuperação com braços esticado.

Natação em Piscina – Velocista: Eamon Sullivan (Campeão Mundial & Olímpico e antigo recordista dos 200m livre em 47.05 no ano de 2008)

Natação em Piscina – Meia Distância: Michael Klim (Campeão Mundial e Olímpico 200m nado livre)

Natação em Piscina – Fundista: Janet Evans (Campeã Mundial e Olímpica, seu recorde nos 800m livre 8’16”22 durou 19 anos!)

Agora você tem argumentos caso um professor de natação local ou amigo tenta lhe convencer que a recuperação com braços esticados não resulta em um nado rápido. Como argumentar com os resultados acima?

 

Como fazer a transição para essa nova técnica?

Você está decidido a tentar incorporar essa técnica em seu nado, mas qual a melhor maneira de mudar?

Mantenha seus treinos, séries e tiros, curtos.

Ao fazer tiros curtos (de 25m a 200m) com um intervalo rápido entre cada um (5-20seg), você mantém uma melhor técnica e velocidade ao longo do treino, porém o descanso entre cada um não é longo suficiente para deixar sua frequencia cardíaca cair de maneira significante. O resultado é que fisiologicamente você tem os mesmos benefícios aeróbicos e de endurance muscular de um treino contínuo, porém você o fez mais rápido e com uma melhor técnica, ensinando seu corpo aos poucos o que um dia será seu padrão.

Use e abuse das ferramentas de treinos:

Elásticos ao redor dos tornozelos: Prender seus tornozelos um ao outro com uma tira elastica (geralmente uma camara de ar de bicicleta) é uma excelente maneira de acabar com o ponto morto de sua braçada (também conhecido como deslize) e força-lo a acelerar a frequencia de suas braçadas caso contrário você literalmente irá afundar! Ajuda também a lhe deixar mais consciente de toda sua braçada, pois você ira precisar ser eficiente em todo momento de propulsão. Seu ritmo de pernada será em dois tempos, pois sua pernada será limitada.

Palmar: Recomendamos o Palmar da marca Tyr e modelo Catalyst, ou nacional o palmar Power da Fiori. Em relação ao tamanho, tenha preferência para os menores, PP para iniciantes (ex: mais lentos do que 25min em 1.500m) e/ou com um biotipo pequeno, e tamanho P para atletas mais altos ou mais velozes (abaixo de 25min em 1.500m)

Pulbóia: O principal objetivo da pulbóia em treinos de natação para triatletas, é aliviar o sofrimento que a natação oferece somente com o ato de se manter na superfície da água, sem essa parte, você pode focar no que realmente interessa, aprender a nova técnica de realizar a recuperação fora d’água com os braços esticados além de se preocupar com a entrada e puxada. Além disso a pulbóia simula o uso do wetsuit, ajudando na flutuação, ou até mesmo simulando a flutuação extra que você tem quando nada no mar se comparado a piscina.

Compromisso: Caso você tenha problema em adaptar-se a esse novo estilo, comprometa-se em tentar por ao menos três meses e duas provas em águas abertas antes de desistir e voltar a técnica tradicional. Assim como qualquer mudança ou resultado de treinos, não tenha medo de dar um passo para trás, se isso significa dar dois passos a frente em um futuro próximo.

 

Assista o video completo no portal Mundotri, clique aqui:

 

Por Vinícius Santana, ironguides.com.br créditos do video Wagner Araujo mundotri.com.br

 

Treine com a ironguides!

Treinamento Online Personalizado: A partir de R$595/mês

Programas Mensais (todos niveis ou com foco em uma modalidade): A partir de R$49/mês

Programas por eventos:

Distancia Short (R$149 para 8 semanas de treinos)

Distancia Olimpica (R$200 para 12 semanas de treinos)

Meio Ironman (R$290 para 16 semanas de treinos)

Ironman (R$450 por 20 semanas de treinos)

Planilha X-Terra (R$200 para 12 semanas de treinos)

Programas de Corrida (10k, 21k e 42k – a partir de R$170)

ironguides oferece soluções esportivas para atletas e praticantes de atividade física de todos os níveis, com treinamento online ou presencial, planilhas específicas por eventos, training camps, curso para treinadores, programas de incentivo a promoção da saúde em empresas, e produtos para a saúde e o bem-estar que propiciam um estilo de vida saudável a nossos atletas

Vinicius Santana, Coach ironguides

Image Post

Entenda os benefícios do speedsuit nas provas de Triathlon

 

Ha duas semanas, assistimos o Mundial de Ironman, em Kona, e como esperado, uma boa parte dos participantes utilizaram um ‘speedsuit’ para a modalidade da natação. O speedsuit é uma opção para provas em que o wetsuit (roupa de neoprene) não é liberado. Embora o traje possa parecer um macaquinho normal, é bem diferente e muito mais rápido.

Este artigo foi elaborado baseado em diversas provas que acompanhei onde o wetsuit não era liberado devido à temperatura da água ser muito alta. Você vai aprender as melhores opções para a modalidade da natação na sua próxima prova de Triathlon.
Beneficios do speedsuit

O speedsuit é composto de um material fino, apertado e hidrodinâmico, às vezes até mesmo repelente à agua, que você pode usar em cima da roupa na qual pretende competir o restante de seu Triathlon, seja um macaquinho ou a opção de duas pecas. Além de um menor arrasto na água, o que resulta em um tempo de natação mais rápido, a opção do speedsuit também lhe proporciona mais conforto fora da água. Entenda o porquê a seguir.

Macaquinho da ironguides para provas curtas: material repelente a agua e sem bolsos, para maior deslize

Macaquinho da ironguides para provas curtas: material repelente a agua e sem bolsos, para maior deslize

Hidrodinâmico: mais veloz dentro d’água

O material utilizado na fabricação do speedsuit é repelente à agua, o que significa que é mais rápido do que a pele humana, e muito, mas muito mais rápido do que a lycra ou outros materiais que absorvem água e, frequentemente, são utilizados nos tradicionais macaquinhos de Triathlon.

Para quantificar os benefícios de uma maneira numérica, fiz um teste com meu grupo de treinamento em uma série de natação. Entenda que existe uma variação no resultado que depende da técnica individual de cada atleta e entre diferentes marcas e modelos utilizados. O numero abaixo é o resultado médio da minha observação naquele dia:

· Speedsuit versus pele humana (com uma sunga tradicional de natação) = Ganho de 1 segundo por 200m (15seg em 1500m)

· Speedsuit versus Macaquinho para provas curtas (sem bolso) = Ganho de 3 segundos por 200m (45seg em 1500m)

· Speedsuit VS Macaquinho para provas longas (bolsos expostos) = Ganho de 5 segundos por 200m (95seg em 1.900m)

Visualize todo o trabalho que você precisa realizar para melhorar um ou dois minutes do seu tempo de 1.500m de natação em um Triathlon! Isso faz com que o speedsuit seja um ótimo investimento, pois o tempo para retirá-lo durante a transição é, praticamente, nulo (não deve demorar mais de cinco segundos).

Benefícios no ciclismo e na corrida

Os benefícios do speedsuit não param por aqui, pois ele lhe permite nadar com sua roupa de competição favorita por baixo, seja duas pecas, ou um macaquinho com bolsos. Ambas opções oferecem a comodidade de um bolso e um corte mais solto para maior conforto em provas longas.

Speedsuit lhe permite nadar com um tri top por baixo, mais confortavel para o ciclismo e corrida, e com bolsos, sem a perda de tempo na etapa da natacao

Speedsuit lhe permite nadar com um tri top por baixo, mais confortavel para o ciclismo e corrida, e com bolsos, sem a perda de tempo na etapa da natacao

Benefícios de Estratégia

Para o atleta de alta performance, usar esse acessório significa nadar no grupo a frente, o que pode vir a ser um fator decisivo na estratégia da prova, pois muda o nível de atletas por perto no qual que você pedalará.

Outra maneira de visualizar o benefício do speedsuit no ciclismo, é considerar que o ganho de um ou dois minutos, pode ser utilizado já em cima da bike, pedalando em um ritmo mais tranquilo até que os atletas com os quais você pedala normalmente lhe alcancem no ciclismo, nesse ponto você estará descansado e pronto para aumentar seu ritmo. Lembre-se de que esses atletas estão vindo em um ritmo forte e já existe alguma fadiga do início da bike e da natação. Pedalar com atletas mais fortes, seja em provas com vácuo, ou dentro das regras para provas sem vácuo (onde podemos estar fora da zona de vácuo mas marcando o ritmo), é uma estratégia muito importante para atletas que estão brigando pelos primeiros lugares do pódio.

Bons treinos,

Treine com a ironguides!

Treinamento Online Personalizado: A partir de R$450/mês

Programas Mensais (todos niveis ou com foco em uma modalidade): A partir de R$49/mês

Programas por eventos:

Distancia Short (R$149 para 8 semanas de treinos)

Distancia Olimpica (R$200 para 12 semanas de treinos)

Meio Ironman (R$290 para 16 semanas de treinos)

Ironman (R$450 por 20 semanas de treinos)

Planilha X-Terra (R$200 para 12 semanas de treinos)

Programas de Corrida (10k, 21k e 42k – a partir de R$170)

ironguides oferece soluções esportivas para atletas e praticantes de atividade física de todos os níveis, com treinamento online ou presencial, planilhas específicas por eventos, training camps, curso para treinadores, programas de incentivo a promoção da saúde em empresas, e produtos para a saúde e o bem-estar que propiciam um estilo de vida saudável a nossos atletas

Vinicius Santana, Coach ironguides

Image Post

Pernada, É preciso treiná-la?

Se você tem a pior pernada do seu grupo de natação, não se preocupe, pois ainda é possível vencer esse obstáculo no triathlon. Entenda porque no artigo abaixo.

Recentemente, eu encontrei um texto de um ex-nadador que falava da importância da pernada (ou não)  para a performance no triathlon e o quanto os triatletas devem focar nisso.

Antes de mais nada, triatletas devem entender que o nosso esporte não é natação+bike+corrida. Ele é uma união das três modalidades em uma só, como: “Natacãobikecorrida”.  Seja no treino ou na competição, o que você treinou ontem ou a hora do dia em que nadou, provavelmente vai ter influência na quantidade de treinos de pernada que deva fazer durante suas atividades.

Claro que há situações especiais, como nas provas da ITU em que o vácuo é liberado no ciclismo e com isso a formação do pelotão, após a natação, define a prova. Neste caso a disputa pode ser definida na rapidez em que você chega à primeira bóia durante a natação. O ideal é que você chegue lá rápido. Não importa quanta energia você despendeu ou economizou nas suas pernas para o ciclismo. Se não se manter no primeiro bloco, provavelmente nenhuma energia no mundo permitirá que você consiga voltar ao pelotão principal.

Aqueles atletas que dão pernadas desde crianças, que nadaram por anos na escola e agora, praticam triathlon, para esses atletas, a pernada já faz parte da sua naturesa e assim não seria indicado mudar a técnica e deixar de praticá-las.

Mas, se você não se encaixa em nenhuma dessas situações acima, então, bem vindo ao mundo real. Eu estou falando sobre os atletas medianos, que não são nenhum peixe, mas desejam melhorar a performance no triathlon. Qual é a importância da pernada? É preciso  praticar pernada o tempo todo?

– Roupa de borracha:

Você pode usar sua roupa de borracha na maioria das competições (especialmente no Ironman). Essas roupas não, apenas, o protege do frio, como também, o ajuda na flutuabilidade, facilitando a pernada, pois permite que seu quadril não fique tão submerso. Com a roupa de borracha, você estará em uma boa posição, mesmo que você deixe suas pernas “penduradas”.

– Tempo disponível para treino:

Se você tem apenas, duas ou três horas para os treinos de natação, não precisa gastar a metade do tempo trabalhando a pernada. Você vai querer tirar o máximo de proveito do tempo que está treinando.

– Eficiência:

Faça um teste de 200m de pernada.  Veja o quão rápido você pode bater as pernas e o quão cansado se sentirá no fim. Você deve se convencer que não é dando pernadas a forma mais fácil de você se deslocar na água. Isso porque, há a fadiga muscular em sua perna que pode o prejudicar ao longo da competição. Afinal, você não quer chegar ao ciclismo com as pernas extremamente cansadas.

Porém, há uma situação em que a pernada pode ser feita no treino para uma recuperação mais rápida de uma corrida ou pedalada feita de manhã(assumindo que você irá nadar a noite). Uma pernada fácil poderá ajudar a remover produtos e  ácido lático acumulado de suas pernas, oriundos de uma corrida/pedalada forte. Você poderá fazer algumas séries de 25m em sprint como estímulo anaeróbico para compensar os efeitos catabólicos de uma corrida ou pedalada longa.

Uma outra ferramenta de treino relacionada com a pernada na natação do ponto de vista do triathlon, são os elásticos feitos com câmaras de ar,  que são usados prendendo ambos tornozelos, literalmente amarrando os pés do atleta. E quando se usa a pulbóia em conjunto com o elástico, o sentimento para o atleta é que ele está nadando com roupa de neoprene, pois a flutuabilidade aumenta assim como a carga nos ombros, portanto é um ótimo treino de força para aqueles que sentem incomodo nos ombros quando nadam com a wetsuit.

O foco dos treinos de natação deverão ser sempre de força misturada com endurance, pois como triatletas trabalham também o sistema cardiovascular nos treinos de ciclismo e corrida, o fator limitante na natação é força em ritmo de prova. Alguns de meus atletas fazem 70-80% de seus treinos com equipamentos para braço (pulbóia, palmar e elástico nos tornozelos). Portanto equipamentos para treinos de pernada, como pé de pato ficam totalmente dispensáveis.

Conclusão, não perca muito tempo tentando melhorar as parciais da sessão de pernadas da sua série. Isso não o fará chegar mais rápido no triathlon, e se você fizer uma sessão de pernadas, tenha como objetivo, melhorar seu treino de corrida e ciclismo, trabalhando no balanceamento seu sistema hormonal! É assim que treinamos para o triathlon, “Natacãobikecorrida” e não natação+bike+corrida!

Bons Treinos!
Vinicius Santana, Coach ironguides


Treine com a ironguides!

Treinamento Online Personalizado: A partir de R$595/mês

Programas Mensais (todos niveis ou com foco em uma modalidade): A partir de R$49/mês

Programas por eventos:

Distancia Short (R$149 para 8 semanas de treinos)

Distancia Olimpica (R$200 para 12 semanas de treinos)

Meio Ironman (R$290 para 16 semanas de treinos)

Ironman (R$450 por 20 semanas de treinos)

Planilha X-Terra (R$200 para 12 semanas de treinos)

Programas de Corrida (10k, 21k e 42k – a partir de R$170)

ironguides oferece soluções esportivas para atletas e praticantes de atividade física de todos os níveis, com treinamento online ou presencial, planilhas específicas por eventos, training camps, curso para treinadores, programas de incentivo a promoção da saúde em empresas, e produtos para a saúde e o bem-estar que propiciam um estilo de vida saudável a nossos atletas

Image Post

Video: 5 Dicas para uma boa a largada no triathlon

Estive com meus atletas no Ironman 70.3 de Bintan na Indonésia, e observando o reconhecimento da natação no dia antes da prova, passei essas 5 dicas para eles, e aproveitei e fiz um vídeo sobre elas:

1: Como controlar sua respiração em caso de pânico na largada
2: Acostume-se com contato físico na largada
3: Cuidado com seu ritmo de prova
4: Faça um reconhecimento da entrada e saída da natação
5: Visualize sua transição nos metros finais da natação

Vídeo completo abaixo:

Treine com a ironguides!

Treinamento Online Personalizado: A partir de R$595/mês

Programas Mensais (todos niveis ou com foco em uma modalidade): A partir de R$49/mês

Programas por eventos:

Distancia Short (R$149 para 8 semanas de treinos)

Distancia Olimpica (R$200 para 12 semanas de treinos)

Meio Ironman (R$290 para 16 semanas de treinos)

Ironman (R$450 por 20 semanas de treinos)

Planilha X-Terra (R$200 para 12 semanas de treinos)

Programas de Corrida (10k, 21k e 42k – a partir de R$170)

ironguides oferece soluções esportivas para atletas e praticantes de atividade física de todos os níveis, com treinamento online ou presencial, planilhas específicas por eventos, training camps, curso para treinadores, programas de incentivo a promoção da saúde em empresas, e produtos para a saúde e o bem-estar que propiciam um estilo de vida saudável a nossos atletas

Image Post

Como treinar para nadar bem com a roupa de borracha

Se você já nadou com uma roupa de borracha antes, sabe que ela cria uma fadiga mais cedo do que o normal, além de uma carga extra nos ombros. Isso acontece devido à combinação de uma posição diferente do seu corpo na água, associada com movimentos restritos na região do ombro. Até mesmo as roupas mais modernas não oferecem a mesma amplitude de movimentos comparada a de se nadar sem a roupa. A boa noticia é que você pode melhorar o quão confortável você se sente nadando com o wetsuit, além de preparar seus ombros para a maior carga de fadiga. Alguns pontos que devem ser observados:

Treine com ela

Procure usar o wetsuit ao menos uma vez por semana nas últimas seis semanas até sua prova alvo. Se a água de sua piscina de treinos for muito quente, leve duas garrafinhas com gelo e água para a borda da piscina e molhe sua cabeça nos intervalos das séries, de modo a manter uma boa temperatura corporal. Se a água da piscina estiver acima de vinte e seis graus, use o wetsuit apenas para o aquecimento e então adicione o palmar e pulboia para ter benefícios semelhantes. Como alternativa, faça um treino extra de recuperação na semana de apenas vinte ou trinta minutos e use o wetsuit.

wagner-araujo46

Ferramentas que simulam o wetsuit

Use pulboia e palmar em seus treinos longos de natação afim de simular as necessidades específicas de se nadar com a roupa de borracha. A pulboia ira posicionar seu corpo um pouco acima do normal, assim como o wetsuit; e o palmar adiciona uma carga de força em seu ombro, também simulando o que acontece ao se nadar com a roupa de borracha. Uma terceira ferramenta, que só deve ser utilizada por nadadores mais experientes (que nadam 1.500m abaixo de 25 minutos), é a borracha prendendo os tornozelos, pois você não precisar bater muita perna ao utilizar o wetsuit. Assim, você se acostuma com essa mudança em sua técnica de nado.

Dicas para o dia da prova

O neoprene absorve e retém água por até vinte quatro horas, e o neoprene úmido é mais flexível que o seco. Assim, uma dica importante para o conforto e a flexibilidade é molhar sua roupa na noite anterior à competição.

Algumas outras medidas podem ajudar muito em seu nado:

> Puxe as mangas até o fim, para que fiquem em total contato com as axilas;
> Puxe as pernas até o fim, para que fiquem em total contato com a virilha;
> Durante o aquecimento, puxe a gola, permitindo entrar um pouco de água, isso fará com que o wetsuit se encaixe melhor em seu corpo;
> Da mesma maneira, antes de sair da água, puxe a gola e deixe um pouco de água entrar no wetsuit antes de finalizar a natação, o que agilizará o processo de retirada do wetsuit;
> Se sua roupa é difícil de sair, considere cortar um pedaço das pernas de seu wetsuit para que termine na altura da panturrilha. Isso gera uma transição mais rápida na hora de tirar o pé de dentro da roupa.

Bons treinos
Vinicius Santana, Coach ironguides


Treine com a ironguides!

Treinamento Online Personalizado: A partir de R$595/mês

Programas Mensais (todos niveis ou com foco em uma modalidade): A partir de R$49/mês

Programas por eventos:

Distancia Short (R$149 para 8 semanas de treinos)

Distancia Olimpica (R$200 para 12 semanas de treinos)

Meio Ironman (R$290 para 16 semanas de treinos)

Ironman (R$450 por 20 semanas de treinos)

Planilha X-Terra (R$200 para 12 semanas de treinos)

Programas de Corrida (10k, 21k e 42k – a partir de R$170)

ironguides oferece soluções esportivas para atletas e praticantes de atividade física de todos os níveis, com treinamento online ou presencial, planilhas específicas por eventos, training camps, curso para treinadores, programas de incentivo a promoção da saúde em empresas, e produtos para a saúde e o bem-estar que propiciam um estilo de vida saudável a nossos atletas

Image Post

Video: 3 diferenças entre natação do triathlon VS piscina

Direto do mundial de natação em Budapeste, Húngria – Entendendo 3 diferenças entre a natação do triathlon VS natação de piscina.

1: Tempo de treino e Histórico de nadadores VS triatletas com a piscina
2: Porcentagem gasta com treinos educativos entre cada grupo
3: Ferramentas específicas para triatletas usarem na piscina

Treine com a ironguides!

Treinamento Online Personalizado: A partir de R$595/mês

Programas Mensais (todos niveis ou com foco em uma modalidade): A partir de R$49/mês

Programas por eventos:

Distancia Short (R$149 para 8 semanas de treinos)

Distancia Olimpica (R$200 para 12 semanas de treinos)

Meio Ironman (R$290 para 16 semanas de treinos)

Ironman (R$450 por 20 semanas de treinos)

Planilha X-Terra (R$200 para 12 semanas de treinos)

Programas de Corrida (10k, 21k e 42k – a partir de R$170)

ironguides oferece soluções esportivas para atletas e praticantes de atividade física de todos os níveis, com treinamento online ou presencial, planilhas específicas por eventos, training camps, curso para treinadores, programas de incentivo a promoção da saúde em empresas, e produtos para a saúde e o bem-estar que propiciam um estilo de vida saudável a nossos atletas

Image Post

Nadadores VS Triatletas: Diferentes estilos – Direto do mundial de natação

O Head Coach da ironguides Brasil Vinicius Santana esteve no mundial de natação em Budapeste na Húngria e fez uma série de vídeos com observações que irão ajudar triatletas a melhorar a natação. Neste vídeo ele compara os diferentes estilos de nados entre velocistas, meio fundo do sexo masculino e fundistas do sexo feminino – qual desses seria mais apropriado para um triatleta amador – a resposta irá te surpreender:

Treine com a ironguides!

Treinamento Online Personalizado: A partir de R$595/mês

Programas Mensais (todos niveis ou com foco em uma modalidade): A partir de R$49/mês

Programas por eventos:

Distancia Short (R$149 para 8 semanas de treinos)

Distancia Olimpica (R$200 para 12 semanas de treinos)

Meio Ironman (R$290 para 16 semanas de treinos)

Ironman (R$450 por 20 semanas de treinos)

Planilha X-Terra (R$200 para 12 semanas de treinos)

Programas de Corrida (10k, 21k e 42k – a partir de R$170)

ironguides oferece soluções esportivas para atletas e praticantes de atividade física de todos os níveis, com treinamento online ou presencial, planilhas específicas por eventos, training camps, curso para treinadores, programas de incentivo a promoção da saúde em empresas, e produtos para a saúde e o bem-estar que propiciam um estilo de vida saudável a nossos atletas

X

Forgot Password?

Join Us